MILTON AQUINO | www.miltonaquino.com.br ARTIGOS

26/01/2015 - O QUE VOCÊ DEVERÁ FAZER COM O SEU SALÃO EM MAIS 365 DIAS DURANTE O ANO DE 2015? VEJA ABAIXO AS PRINCIPAIS DICAS:

Se eu tivesse que responder a essa pergunta por você, eu responderia assim: Reverei todos os meus conceitos administrativos utilizados até aqui e, os que ainda forem muito bons, os transformarei em excelentes. Os que já se esgotaram como modelo de condução do meu salão, estes, colocarei no lixo e me reprogramarei mentalmente para iniciar corajosamente um processo de mudanças no meu salão. Pronto, eis uma resposta sensata de quem deseja realmente fazer a coisa certa do jeito que tem de ser feito;

Primeiramente, você precisará realmente desaprender sobre conceitos velhos e obtusos que atrapalham sua vida empreendedorísticamente e construir novos conceitos que agregarão muito mais valor ao seu salão e a você. Mas, como nada no mundo dos negócios é mágica, milagre, ou, de graça, prepare-se, pois as mudanças exigirão de você comportamento e atitudes, aos quais haverá momento de pleno desconforto mental, descompasso físico, descida do pedestal e, colocar no lixo também qualquer complexo de autossuficiência que por um acaso teime existir em você. É que no mundo dos negócios, principalmente no ramo da beleza, esse negócio de complexo de autossuficiência é uma verdadeira e grande bobagem. Ninguém é o dono da verdade e, sábio é aquele que reconhece suas limitações e sai em busca de novos conhecimentos, não importa se você é o dono do salão, ou, um profissional da beleza procurando oportunidade no mercado. O que vai importar mesmo é que seu salão não seja apenas mais um ocupando um espaço qualquer na sua região.

Nesse contexto se você não acredita em consultoria, ou pensa que sabe mais do que consultores, ou ainda pensa que consultoria custa uma nota preta, ou, finalmente pensa que não precisa de consultoria para o seu salão, raciocine comigo apenas no seguinte: Qual valor tem um sábio no deserto? A resposta é nenhum, pois, para quem o sábio ensinaria sua sapiência? Agora raciocine novamente comigo no seguinte: Que valor de negócio tem o seu salão se você não possui profissionais âncoras na quantidade necessária, se você com sua equipe não conseguem cada um atrair e fidelizar pelo menos 5 (cinco) clientes novos a cada mês, se você não sabe nem quanto ganha ou quanto perde em cada serviço, se você não sabe quanto cada profissional deixa de lucro todos os meses no seu salão e, finalmente se você não possui um “Plano de Negócios” que projete o crescimento duradouro e sustentável do seu salão? Consultoria séria, honesta e especializada em negócios de salão, constitui um investimento, tanto quanto investir em cursos de corte, escova, penteado, coloração, tratamento capilar, penteado, maquiagem etc. Afinal, de que adianta você possuir o salão mais chique da sua região e viver pendurado nas antecipações de cartões de crédito, chegar o sábado e pagar comissões a todos os profissionais e não sobrar nada para colocar no seu próprio bolso? Faça essa reflexão, por favor, e continue a leitura abaixo:

Comece então, revendo todos os custos operacionais do seu salão, sem esquecer absolutamente nada. Depois calcule separadamente o percentual dos seus custos apenas administrativos fixos e variáveis. Se eles ultrapassarem a 25% (vinte e cinco por cento) seu salão já precisa de socorro para conter um dos canais da sangria financeira, pois certamente, existem outros com certeza;

Em seguida reveja seus custos de produtos utilizados nos serviços e também os seus pactos com os profissionais que atuam no seu salão, como por exemplo, seus elevados percentuais de comissões que precisam ser aceitáveis, ou ainda, produzir uma estratégia do toma lá da cá que funciona muito bem nesses casos, adequando quaisquer impropriedades administrativas e contratuais. Custos de produtos e comissões são dois calcanhares de Aquiles que precisam ser muito bem negociados, senão, seu salão vai para o brejo com todas as letras em pouquíssimo tempo;

Em seguida e sinceramente olhe criticamente para as condições do estado do seu salão: localização, pintura, fachada, mobiliário, todo o “lay out”, aqui conta até o conforto dos banheiros, produtos, perfil profissional dos profissionais, envolvendo cabeleireiros, manicures, depiladoras, esteticistas, podólogas, maquiadores, designer de sobrancelhas e afins e o pessoal da recepção: caixa e recepcionista, eis que, aqui pode morar um grande perigo, pois, muitas vezes um empreendedor da beleza investe um dinheirão num salão e em alguns minutos ou um profissional despreparado (estrela sem brilho nenhum), ou, uma recepcionista mal humorada põe tudo a perder;

Em seguida olhe severamente para o marketing do seu salão como se você fosse um cliente considerado exigente e sinceramente tente encontrar tudo o que honestamente lhe agrada e tudo o que sabiamente lhe desagrada. Essa hora da verdade é crucial, pois, nenhum dono de salão gosta de reconhecer seus erros. Marketing em salões de beleza não significa apenas ter um hospedeiro para o seu “site” e ficar medindo as visitações. Veja que ações objetivas de marketing estão sendo desenvolvidas diária e permanentemente no seu salão que, sejam capazes de atrair e fidelizar, tanto excelentes profissionais, quanto clientes com potencial para gastar dinheiro dentro do seu salão. Se sua análise for realmente muito crítica e honesta, talvez você mesmo se envergonhe de nada haver feito de diferente até agora. Se seu salão é daqueles que acham que servir água, cafezinho e balinhas de mel ou hortelã são o bastante é melhor você colocar a cabeça no travesseiro e conversar seriamente com você mesmo (a), pois, se você chorar o lençol já estará por perto, então é só enxugar as lágrimas e no dia seguinte mude tudo o que deve ser mudado, independentemente das questões financeiras. Há momento no mundo dos negócios em que é preciso investir pesado para não ser atropelado pelo mercado, esse ser invisível que não perdoa nem pessoas nem negócios ineficazes. Salões de beleza exigem glamour, a começar pela aparência dos proprietários. Nesse contexto está em jogo até o hálito de
todos os que atendem no salão, direta ou indiretamente. Está vendo como esse negócio de marketing específico para salões é muito mais sério do que você imagina?

O software que roda no seu salão disponibiliza relatórios que lhe proporcione analisá-los e através deles tomar decisões, ou, você nem liga para isso? Seu salão possui comanda eletrônica, um aplicativo moderníssimo que elimina as velhas, surradas e desconfiáveis comandas de papel? Hoje o mercado brasileiro possui um excelente software que pode ser usado inclusive como ferramenta de marketing, além da grande contribuição mercadológica exercida pelas Redes Sociais. Seu salão precisa investir em ferramenta tecnológica de controles internos operacionais, sem o que, correrá o risco de apenas sobreviver num mercado de beleza cheio de soluções digitais inovadoras e oportunidades colossais;

As questões: fiscais, contábeis, tributárias e trabalhistas do seu salão estão merecendo a atenção devida? Saiba que nessa atividade se o seu Contrato Social, ou, seu Requerimento de Empresário não contemplar a realidade do dia a dia das suas atividades, você já começará ERRANDO e terminará pagando impostos indevidos, ou, o que é mais grave, incorrendo em ILÍCITOS FISCAIS de toda ordem. Toda a organização desse assunto já deverá começar pela correta configuração da atividade principal do salão, junto aos Órgãos Governamentais, pois, isto fará toda a diferença, inclusive tributária. Muitos salões estão ganhando causas trabalhistas dentro do TST – Tribunal Superior do Trabalho, referente processos litigados por profissionais da beleza que, mesmo auferindo elevadas comissões pelos serviços executados nos seus próprios clientes, atuam no salão sem nenhum tipo de subordinação nem técnica nem hierárquica, muitos agendando seus atendimentos pessoalmente e até através do Face Book. Este assunto é simplesmente SERÍSSIMO.

Ah! Antes que eu esqueça, se seu salão tem supostamente um gerente transformado em um mero auxiliar de escritório, realizando aquelas rotinas que qualquer ginasiano faz, libere o gerente para gerenciar e, se ele ou ela se demonstrar incapaz, dispense e contrate outro profissional. Um gerente que saiba gerenciar é realmente muito importante em qualquer ramo e principalmente nos salões de beleza, com todas as peculiaridades que envolvem essa atividade.

Por último verifique se o seu salão realmente ganha lucro líquido em cada serviço executado nos clientes, desde um serviço de depilação do buço a uma coloração da raiz às pontas com mudança de cor e ainda, se todos os profissionais atuantes no seu salão deixam lucro líquido. Se isto não estiver acontecendo invista imediatamente em conhecimento humano para transformar o seu salão de beleza em um Salão de Negócios de Beleza. Esse negócio de trocar meia dúzia por meia dúzia é uma asneira e não está no manual do Planejamento Estratégico. O seu salão precisa ser excelente para os seus clientes, para os profissionais que nele atuam e especialmente para você. Se por acaso uma dessas vertentes não estiver se encaixando perfeitamente, abandone o seu manual de ações apenas instintivas e intuitivas e bata forte na desorganização mudando todos os seus paradígmas de administração do seu salão. Aqui nesse caso, você poderá se deparar com um problemão, ou seja, familiares intervindo inconvenientemente na administração, mas, é o problema de mais fácil solução, desde que você tenha coragem e pulso firme: basta tratar o parente ou familiar, seja esposo (a), filho, nora, genro, cunhado, irmão, primo etc., como profissional atuando no seu salão com a responsabilidade de produzir resultados sempre positivos. Caso o parente ou familiar não produza resultados positivos mande-o embora sem remorsos. Família é coisa sagrada e negócios, mais sagrado ainda, pois, se o empreendedor falir, a família ficará em situação financeira difícil;

Finalmente, se você for capaz de fazer essa análise corajosa e empreender as mudanças necessárias ao seu salão, aceite os meus parabéns pelo futuro brilhante do seu negócio de embelezamento, mas, se você não se julgar preparado para tal empreitada pense seriamente em investir em conhecimento humano para salvar o seu salão. Sempre existem soluções. O que falta mesmo é coragem, foco, disciplina e determinação para mudar o que deve ser mudado. Nos planos de Deus não existem: a imprevidência e o medo. Ou você muda o seu salão, ou o mercado o mudará na marra, talvez até, tirando-o do lugar onde está, no curto, médio ou longo prazo. Esta é a lição.





MILTON AQUINO
Rua Canário, 37, Sala 203 A - Barra do Ceará - Fortaleza - Ceará
Telefone : (85) 98728-3916 Oi / (85) 99983-2162 Tim


Painel de Administração